Marchas Populares voltam à Baixa de Coimbra

Terça, 12 de Junho de 2012

por Acabra .Net

O projeto Noites Brancas, promovido pela Agência para Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), volta a animar as ruas da baixa com o seu desfile de Marchas Populares. O comércio local permanecerá aberto até de madrugada, acompanhando a iniciativa. Por Catarina Gomes

Marchasbaixa2012_a3
Todos os restaurantes terão disponível a tradicional sardinha assada Foto por D.R.

Na próxima sexta-feira, 15, pelas 20h30, 10 marchas atuarão nos percursos pedonais da zona da baixa, distribuídas por três grupos com itinerários distintos. O Desfile terá ainda pontos de atuação na Praça do Comércio e na Praça 8 de Maio, onde se apresentarão para serem avaliadas pelo Júri das Marchas.

No decorrer da noite está garantida a sardinha assada e o comércio permanecerá de portas abertas até às 24h, segundo os organizadores com diversas campanhas promocionais. As ruas estarão enfeitadas com decoração alusiva às festas populares, concorrendo entre si pela menção de "Melhor decoração" no desafio "A minha rua é linda!". As ruas em competição são Rua da Louça, Rua do Corvo, Largo do Poço, Rua das Padeiras, Rua Sargento Mor e Rua Da Sota.

O presidente da agência, Armindo Gaspar, este tipo de iniciativas não é só positiva para o comércio mas de igual modo para as próprias marchas, passando muitas a voltar à atividade. "É um aglutinador do aparecimento de novas marchas", conclui.

As marchas selecionadas foram as vencedoras dos últimos anos, mais as marchas sorteadas de entre as novas que surgiram. As marchas participantes são então:

 

Ribeira de Frades

Vila Nova de Anços – Amizade

Santa Clara

Barqueira de Taveiro (reativada)

Brasfemes

Vila Nova de Anços – Artes de Palco

Fala – S. Martinho

Santo António – Lorvão

Santo António – Carapinheira (estreante)

Fragosa

 

Estão previstas mais duas edições de noites brancas com temáticas musicais distintas: a 23 de junho, noite que antecede o concerto de Madonna, para fixar na baixa os turistas que vêm para o concerto. A outra ocorrerá a 3 de julho, com a realização da ceia luso-brasileira, num primeira de várias colaborações com a universidade de Coimbra, no âmbito da Candidatura a Património da Humanidade.